Exposições, palestras e atividades de Educação Ambiental também estiveram na programação

Integrando as comemorações pelos 130 anos de emancipação de Teresópolis, a Secretaria de Meio Ambiente promoveu, no último domingo, 18, no Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis (sede Santa Rita), ‘Um Dia no Parque’. Abertura da trilha do Tangará, ponte suspensa e de exposições sobre o combate a incêndios florestais e biodiversidade; atividades de Educação Ambiental; e palestras com os temas preservação do meio ambiente e a onça-parda estiveram na programa ção.

“A trilha do Tangará tem cerca de 1100 metros de extensão, com uma paisagem muito bonita para ser admirada durante a caminhada. Também instalamos uma ponte suspensa com 22 metros de comprimento, com vista para a Pedra de Santa Rita e Caxambu e seu caminho em processo de reflorestamento com palmito juçara, resultando em um grande corredor da espécie de grande importância para a fauna da Mata Atlântica. A nova trilha é um excelente passeio para toda a família e para a observação de aves”, enfatizou o secretário de Meio Ambiente, Flavio Castro.

Exposições e Palestras

As exposições ‘Brigadistas: Conhecendo o trabalho de combate a incêndios florestais’ e ‘Biodiversidade: O trabalho do setor contado através de imagens’ podem ser visitadas até o próximo dia 29 de agosto, de terça a domingo, das 8h às 17h. A sede Santa Rita do Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis fica na Estrada Rincão do Vovô, 9000.

As palestras ‘Biodiversidade em movimento, Pequenas atitudes, grandes resultados’ e ‘Onça-parda, Entre dois Mundos’ foram ministradas pelos biólogos Ricardo Mello e Vinícius Dias e pelos veterinários Alfredo Pinheiro e Heliza Palma.

O Parque Municipal

Criado em 6 de julho de 2009, com uma área de 4.397 hectares, o Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis é a maior unidade de conservação de proteção integral, criada por um município, do Estado do Rio de Janeiro. Abrange parcialmente alguns bairros e localidades, tais como: Campo Grande, Caleme, Posse, Salaco e Granja Florestal – na cidade, Santa Rita e Ponte Nova – no interior. Faz limite com Petrópolis e São José do Vale do Rio Preto.

Possui em seu território uma imponente cadeia de montanhas, onde se destacam afloramentos rochosos como as pedras da Tartaruga, do Camelo e de Santana. A unidade de conservação também protege nascentes e importantes remanescentes florestais que abrigam significativas espécies da fauna e flora do bioma da Mata Atlântica na região.https://googleads.g.doubleclick.net/pagead/ads?us_privacy=1—&client=ca-pub-2657330081263300&output=html&h=280&adk=3770695185&adf=563307163&pi=t.aa~a.1381849204~i.21~rp.4&w=823&fwrn=4&fwrnh=100&lmt=1626804163&num_ads=1&rafmt=1&armr=3&sem=mc&pwprc=7156505515&tp=site_kit&psa=1&ad_type=text_image&format=823×280&url=https%3A%2F%2Fdiariog1.com%2F2021%2F07%2F20%2Fteresopolis-130-anos-um-dia-no-parque%2F&flash=0&fwr=0&pra=3&rh=200&rw=823&rpe=1&resp_fmts=3&wgl=1&fa=27&adsid=ChAI8OjZhwYQxcyY0e7ljPJAEj0Ag7wyxmcT5YeifVoIQfIlgk6LZLa9ckrOpN6Ys8mFB33J2TL5hcfV8I-dtuIS_8Mj7huIY4PprFl1GSN2&uach=WyJXaW5kb3dzIiwiMTAuMCIsIng4NiIsIiIsIjkxLjAuNDQ3Mi4xNjQiLFtdLG51bGwsbnVsbCxudWxsXQ..&tt_state=W3siaXNzdWVyT3JpZ2luIjoiaHR0cHM6Ly9hdHRlc3RhdGlvbi5hbmRyb2lkLmNvbSIsInN0YXRlIjo3fV0.&dt=1626804162315&bpp=23&bdt=4137&idt=-M&shv=r20210712&ptt=9&saldr=aa&abxe=1&cookie=ID%3D9d1a720734ca075e-227a816952ba0007%3AT%3D1625768831%3ART%3D1625768831%3AS%3DALNI_MZbct41LOGbH93qJOxrCEHi1zqeJg&prev_fmts=0x0%2C300x250&nras=2&correlator=742486897078&frm=20&pv=1&ga_vid=1667851930.1625768831&ga_sid=1626804161&ga_hid=254106578&ga_fc=0&u_tz=-180&u_his=5&u_java=0&u_h=768&u_w=1366&u_ah=728&u_aw=1366&u_cd=24&u_nplug=3&u_nmime=4&adx=50&ady=2518&biw=1349&bih=657&scr_x=0&scr_y=500&eid=31061486%2C20211866%2C21067496&oid=3&psts=AGkb-H-LNudD5fdWtFWnAkZGPAR671Fa71_FN4UW27X9wRXUYNf04TWt8rkLQc1zOUjEQfOG9tbBpo-KJZMDdkY&pvsid=284778764718738&pem=381&ref=https%3A%2F%2Fdiariog1.com%2Fwp-admin%2Fpost.php%3Fpost%3D6214%26action%3Dedit&eae=0&fc=1408&brdim=0%2C0%2C0%2C0%2C1366%2C0%2C1366%2C728%2C1366%2C657&vis=1&rsz=%7C%7Cs%7C&abl=NS&cms=2&fu=128&bc=31&jar=2021-07-20-17&ifi=3&uci=a!3&btvi=1&fsb=1&xpc=Yy6J1AGxzF&p=https%3A//diariog1.com&dtd=770

Atualmente a infraestrutura e os equipamentos necessários para a realização das atividades de visitação no parque estão concentradas em duas áreas: o Núcleo Pedra da Tartaruga e o Núcleo Santa Rita. Entre as atividades que podem ser realizadas estão caminhada, escalada, rapel, acampamento, lazer ao ar livre e observação de aves.

Fotos: Divulgação PMT

PREFEITURA DE TERESÓPOLIS – ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *