Em pauta, novos investimentos no interior e implantação do 5G

A gestão do Prefeito Vinicius Claussen trabalha pela melhoria dos sinais de voz e dados da telefonia móvel no município, em especial, no interior do município. O objetivo é levar mais conectividade para os agricultores de Teresópolis. A Prefeitura recebeu, esta semana, uma resposta da Anatel informando que as áreas de sombras de telefonia móvel apontadas em um estudo feito pela Secretaria M. de Ciência e Tecnologia serão incluídas no próximo leilão realizado pela Agência. Isso significa que novos investimentos serão feitos para a expansão do 4G no interior. A gestão também atua, paralelamente, para que Teresópolis saia na frente na implantação da internet 5G.

O secretário de Ciência e Tecnologia, Vinicius Oberg, participou, no último dia 5, de uma reunião do Conselho Empresarial da Firjan Serrana. Durante o encontro virtual, foram apresentadas as características da internet de alta velocidade, os desafios e regras para a implantação do sistema no Brasil e, em especial, na Região Serrana.

“O cronograma de investimentos do edital de licitação do 5G no Brasil prevê que Teresópolis receba os benefícios da nova tecnologia em 2026 e 2027. Por orientação do Prefeito, estamos trabalhando para antecipar esses prazos tornando Teresópolis um modelo de implantação”, explicou o secretário de Ciência e Tecnologia, Vinicius Oberg.

Lei das antenas

A lei trata sobre as regras a serem obedecidas para a instalação de antenas de celular nas cidades e permite a expansão da infraestrutura de celular de maneira a dar mais segurança para as operadoras e investidores apostarem na tecnologia de quinta geração (5G) no país.

A melhoria da qualidade de sinal de telefonia celular em Teresópolis, em especial no interior do município, faz parte do Plano de Metas da gestão municipal. A necessidade foi comprovada em pesquisa realizada pela Secretaria de Ciência e Tecnologia, na qual a população foi consultada sobre a qualidade dos sinais de telefonia móvel, nas áreas urbana e rural. O trabalho foi feito realizado com apoio da Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara Municipal. Os dados da pesquisa foram inseridos no estudo entregue à Anatel.

Tecnologia 5G

A tecnologia 5G é considerada um habilitador de novos serviços que deverão impulsionar avanços e possibilidades para a economia, saúde e educação: internet das coisas, computação em nuvem, veículos autônomos e cidades inteligentes são alguns dos serviços mais aguardados. No entanto, na prática, o que os empresários esperam é que a oferta de banda larga de qualidade reflita em maior área de cobertura, desenvolvimento de novos projetos, conexões comerciais e desenvolvimento regional.

Cidades que estiverem alinhadas com a legislação federal (Lei das Antenas – 13.116/2015 e decreto 10.480/2020) poderão ser priorizadas para receberem investimento das operadoras, inclusive com antecipação de cronograma, conforme item no edital da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Por isso, a Firjan segue promovendo encontros entre empresários, autoridades no tema e representantes municipais para dar esclarecimentos e oferecer apoio técnico e jurídico na redação das leis.

Para a implementação concreta da nova tecnologia de cobertura móvel será necessário aumento expressivo no número de antenas, dada suas características técnicas. Os equipamentos são menores, silenciosos e ocuparão espaços mais comuns, como postes de iluminação, fachadas e telhados de prédios e residências, áreas públicas e mobiliário urbano, entre outros.

O compartilhamento de infraestrutura também passa a ser relevante, pois diminui a redundância de investimentos, contribuindo para a eficiência na alocação dos recursos privados, que poderão ser reorientados para a expansão e aumento da qualidade dos serviços, e para a melhoria do ambiente urbano.

O cronograma prevê que a licitação ocorra em julho de 2022. Capitais e Distrito Federal serão os primeiros a contar com a nova tecnologia, que até 2030 deverá estar em parte das cidades brasileiras com menos de 30 mil habitantes. A cobertura móvel e internet 4G também será expandida para a periferia de vários centros urbanos com meta de alcançar 95% de toda a população brasileira.—

PREFEITURA DE TERESÓPOLIS – ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *