O Governo do Estado do Rio lançou a Força Especial de Controle de Divisas – Operação Foco. A nova ação substitui o programa Barreira Fiscal e inaugura em sua estrutura uma Coordenadoria de Inteligência para nortear as ações do programa visando à recuperação de ativos. A operação vai atuar de forma integrada com órgãos estaduais, federais, municipais e, principalmente, com a Inteligência da Polícia Civil.

– Vamos atuar em integração com vários órgãos, numa força-tarefa para realizar uma fiscalização de barreiras cada vez mais eficaz, com uma grande cooperação da Secretaria de Fazenda. Um dos principais focos da nova operação é aumentar a arrecadação do Estado do Rio, utilizando a inteligência no monitoramento das fronteiras do Rio de Janeiro – afirmou o secretário da Casa Civil, Nicola Miccione.

O objetivo é ter maior controle das divisas do Estado do Rio e desmontar redes, aumentando o mercado formal que recolhe tributos. O controle, além de trabalhar na recuperação de ativos, também vai atuar na repressão ao crime e à entrada de armas e drogas no estado.

– As fronteiras estaduais têm sido território de atuação de organizações criminosas responsáveis por grande parte da perda de arrecadação do estado. E, por isso, a Operação Foco é essencial na retomada do Rio de Janeiro. O objetivo é contribuir, por meio de uma atuação integrada e pautada pela inteligência, para a segurança e o aumento da arrecadação do nosso estado – disse o subsecretário Especial de Controle de Divisas, Edu Guimarães.

A Operação Foco vai atuar de maneira volante em vários pontos de entrada para o estado, além de manter a fiscalização nos postos fixos de Itatiaia, Levy Gasparian, Campos dos Goytacazes, Angra dos Reis e Itaperuna. O programa visa aprimorar e intensificar a atuação conjunta com auditores fiscais da Secretaria de Estado da Fazenda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *