© FOTO Alexandre Macieira_Riotur

Na preparação para o aguardado Réveillon no Rio de Janeiro, um marco significativo foi alcançado nesta sexta-feira (29). As dez balsas destinadas à queima de fogos em Copacabana foram submetidas a uma minuciosa vistoria na praia da Ribeira, Ilha do Governador, e receberam aprovação das autoridades envolvidas, incluindo representantes da Riotur, Capitania dos Portos, Corpo de Bombeiros do Estado do Rio e Divisão de Fiscalização de Armas e Explosivos (DFAE) da Polícia Civil.

Ronnie Costa, presidente da Riotur, expressou confiança no espetáculo planejado: “Aprovado com louvor por todas as entidades, o show pirotécnico será incrível. Temos o maior orgulho de fazer parte da maior festa de réveillon do Rio de Janeiro.”

O Capitão de Mar e Guerra, comandante Alexandre Antunes, destacou o reforço na fiscalização marítima: “Nossas embarcações da Capitania e empresas parceiras estarão fiscalizando para garantir que nenhuma embarcação se aproxime durante o evento.” Ele lembrou a importância de manter uma distância mínima de 500 metros das balsas e enfatizou: “Contem com a Marinha para que a festa seja possível com todas as condições de segurança.”

O espetáculo de fogos, com duração de 12 minutos, contará com desenhos e movimentos sequenciais a 200 metros de altura, além de efeitos traçantes lançados de sete pontos das balsas. Uma homenagem especial à falecida cantora Rita Lee e a estreia da Orquestra Sinfônica, que se apresentará ao vivo durante a queima de fogos, prometem tornar a virada do ano ainda mais memorável.