O FPSO será a quarta unidade a ser instalada no campo de Mero. Foto: DIVULGAÇÃO MISC

Em uma iniciativa revolucionária, a Petrobras anunciou hoje a assinatura de um contrato com a FMC Technologies do Brasil, subsidiária da TechnipFMC, para o desenvolvimento e implantação do projeto HISEP® no Campo de Mero. Este projeto, situado no pré-sal brasileiro, marcará a estreia da tecnologia HISEP® na separação de óleo e gás no fundo do oceano, com a reinjeção do gás rico em CO² no reservatório.

A tecnologia HISEP®, patenteada pela Petrobras e desenvolvida em parceria com o Consórcio de Libra no Centro de Pesquisas da Petrobras (Cenpes), visa agregar valor aos campos com alta Razão Gás-Óleo (RGO) e teor de CO². O projeto Mero 3 será o pioneiro a empregar essa inovação, transferindo parte do processo de separação para o solo marinho, reduzindo emissões de gases de efeito estufa e potencialmente aumentando a produção.

A unidade piloto de separação submarina HISEP® será conectada ao FPSO Marechal Duque de Caxias, pertencente ao projeto Mero 3, na Bacia de Santos. Os testes visam alcançar a maturidade tecnológica e comercial da HISEP®, representando um avanço significativo na indústria de óleo e gás.

O contrato com a TechnipFMC abrange diversas etapas, desde engenharia até manutenção de equipamentos submarinos, incluindo manifolds, tubos flexíveis e rígidos, umbilicais e sistemas de distribuição de energia. Carlos Travassos, diretor de Engenharia, Tecnologia e Inovação da Petrobras, destaca a importância do contrato, especialmente por utilizar uma tecnologia patenteada pela empresa, e acredita que o HISEP® contribuirá para a descarbonização das operações, alinhando-se à transição energética da Petrobras.

O FPSO Marechal Duque de Caxias, quarta unidade a ser instalada no Campo de Mero, processará 180 mil barris de óleo e 12 milhões de m3 de gás por dia. Os contratos de afretamento e serviços terão duração de 22 anos e meio, solidificando o compromisso de longo prazo da Petrobras no desenvolvimento sustentável do campo.

O Campo de Mero, o terceiro maior do pré-sal, localizado no Bloco de Libra e operado pelo Consórcio de Libra, liderado pela Petrobras, destaca-se como um importante polo para a indústria de petróleo e gás, contribuindo significativamente para a produção nacional.