Município adiou o início da campanha devido as chuvas no último fim de semana

A campanha de vacinação contra a influenza 2024 em Teresópolis terá início nesta quarta-feira, 27 de março. Tradicionalmente a campanha é voltada para o grupo prioritário, composto por 16 categorias, estipuladas pelo Programa Nacional de Imunização. O adiamento do início da campanha se deu em decorrência das chuvas que atingiram a região serrana no último fim de semana, impossibilitando a retirada e armazenamento correto das vacinas. A população pode se vacinar até o dia 31 de maio.

A campanha foi antecipada pelo ministério da saúde para o dia 25 de março em razão do aumento da circulação de vírus respiratórios no país, mas em decorrência das chuvas que atingiram toda a região serrana, em Teresópolis a campanha precisou ser adiada em alguns dias. 

O foco da campanha é proteger a população do vírus da gripe, principalmente os idosos, as gestantes, os profissionais de saúde, da educação e todas as pessoas de grupos prioritários antes do inverno. Em Teresópolis a vacinação acontece em todas as unidades básicas de saúde, de segunda a sexta, de 8h às 17h e aos sábados nas unidades da Fonte Santa, Meudon e Rosário, de 8h às 13h. 

A vacina utilizada contra a influenza é trivalente, ou seja, apresenta três tipos combinados de cepas de vírus, protegendo contra os principais vírus em circulação no Brasil. o ministério da saúde informa que a vacina influenza pode ser administrada junto com outros imunizantes do Calendário Nacional de Vacinação.

Veja as pessoas que fazem parte do grupo prioritário:

• Pessoas com 60 anos ou mais;

• Crianças de 6 meses a menores de 6 anos;

• Povos indígenas e quilombolas;

• Grávidas e puérperas (até 45 dias após parto);

• Pessoas com Deficiência Permanente (PcD);

• Professores da educação;

• Profissionais das forças de segurança e salvamento;

• Profissionais das forças armadas;

• Trabalhadores da Saúde;

• Pessoas em situação de Rua;

• Funcionários do sistema prisional;

• População privada de liberdade;

• Trabalhadores do transporte rodoviário coletivo (urbano e de longo curso);

• Trabalhadores portuários,

• Caminhoneiros;

• Pessoas com Comorbidades.

Crianças que receberão o imunizante pela primeira vez deverão tomar duas doses, com um intervalo de 30 dias.