Ferramenta de ciência de dados e inteligência artificial foi aplicada recentemente e ajudou a Defesa Civil na preparação e resposta mais assertiva

Os projetos aprovados no SandBox InovaTerê já estão alcançando resultados importantes em Teresópolis. Entre as seis soluções aprovadas, por meio de edital, e, em fase de testes, está a ferramenta de ciência de dados e inteligência artificial para prever situações de emergências para a política de Defesa Civil. A empresa contribuiu, de forma efetiva, para que a Defesa Civil Municipal pudesse prever, de maneira precisa, os pontos onde as fortes chuvas que caíram na cidade no último dia 22. Com a previsão, o município conseguiu atuar tanto no alerta à população quanto na instalação do Gabinete de Crise e atendimento aos moradores.

“O SandBox InovaTerê tem proporcionado ao município a análise específica de testes de produtos e serviços inovadores para a resolução dos problemas sociais para que possamos focar na eficácia dos serviços públicos. Um exemplo disso é a ferramenta de ciência de dados e inteligência artificial da Empresa Cittua. A ferramenta foi primordial utilizando os dados precisos de previsão do tempo localizada em pontos específicos, o que possibilitou à Defesa Civil Municipal a atuação e resposta mais precisa”, ressaltou o secretário de Ciência e Tecnologia, Cleiton Pimentel.

O chefe do Setor de Monitoramento da Secretaria M. de Defesa Civil, Antônio Marcos Panquestor Júnior, também pontuou sobre a importância do sistema para atuação da secretaria. “O trabalho feito pela Cittua com relação à localização dos bairros onde teria maior volume de chuva no dia 22 foi fundamental para a antecipação dos eventos. Com isso, conseguimos enviar avisos à população com antecedência, formamos, sob a coordenação do Prefeito Vinicius Claussen, o Gabinete de Crise, envolvendo várias secretarias, e também atendemos aos moradores das áreas atingidas”.

De acordo com Panquestor, foi possível prever, com maior exatidão, as localidades com maior índice pluviométrico, como Coreia, Rosário, Pimentel e região. “O trabalho que conseguimos realizar foi eficiente e gratificante. Nós alertamos sobre os bairros onde teriam os índices de chuva mais elevados, mobilizamos todas as equipes das secretarias que atuam nessas situações de emergência e tomamos as medidas necessárias, como a abertura de pontos de apoio”.

Além do projeto da Cittua foram aprovadas e estão em andamento as seguintes soluções: “Leme” novos caminhos para Educação a partir da Gestão de Dados Estratégicos e Inteligência Artificial para a Política Municipal de Educação (Nix Soluções); “Plataforma Faz Game” Trilhas educativas para professores a partir da narrativa de jogos para a Política Municipal de Educação (Zelter Tecnologias Educacionais); “Biofae” Conversão de resíduos agrícolas, urbanos e da pesca em adubo biofertilizante via compostagem automatizada para a Política Municipal de Agricultura e desenvolvimento rural sustentável (Preserve Ambiental); Monitoramento de sinais vitais dos pacientes crônicos a partir de sensores “IOT” para a Política Municipal de Saúde (Medical Angel Software); e “Smart Lighting” – telegestão da iluminação pública, agilizando a modernização, automação e redução do consumo de energia para a Política Municipal de Serviços Públicos (TIM S/A).

SandBox InovaTerê

O Prefeito Vinicius Claussen e os representantes das empresas homologadas para o projeto SandBox InovaTerê assinaram, no final de janeiro, o Termo de Autorização para implementação das soluções aprovadas. As seis soluções selecionadas e o período para testar os produtos/serviços vai até 30 de novembro deste ano, quando será feita avaliação sobre a relevância e a contribuição dos projetos para a sociedade.

A partir daí, o município poderá contratar a solução que apresentar resultados efetivos e práticos, de acordo com o Marco Regulatório das Startups, que viabiliza a implementação do SandBox nos municípios.

Fotos: Bruno Nepomuceno