Em respeito e sensibilidade a todas as mulheres, a Prefeitura de Teresópolis, por meio da Secretaria Municipal dos Direitos da Mulher, vem manifestar total repúdio e indignação pela violência sofrida pela Primeira-Dama Paula Schutte Claussen.

Tal ato foi proferido pelo político e apresentador da Terê TV, Sérgio Mauro, que com declarações ofensivas denigrem a imagem e integridade da Paula, bem como também atinge todas as mulheres, ferindo a autonomia, liberdade e direito à integridade física e moral de cada cidadã teresopolitana.

Em pleno século XXI, é inaceitável que atos de agressão contra as mulheres sejam praticados. Toda forma de violência contra a mulher deve ser apurada e punida nas formas da lei.

“A violência contra a mulher, infelizmente, não tem data e nem local para acontecer. Mas tampouco podemos normalizar e admitir que casos como esse continuem ocorrendo. Em respeito a todas as mulheres da sociedade, e principalmente a minha esposa, repudio e rechaço qualquer tipo de violência contra a mulher. Atos que ferem e denigrem a imagem e integridade de uma mulher são inadmissíveis,” afirmou o Prefeito Vinicius Claussen.

Teresópolis conta com uma rede articulada para atendimento e acolhimento às mulheres vítimas de violência. Por isso, é preciso cada vez mais dar voz às mulheres para que elas denunciem e não se calem diante da violência sofrida.

A Secretária dos Direitos da Mulher, Iracema Toledo, deixa claro que é preciso, cada vez mais, unir forças para combater todas as formas de violências, seja ela física ou psicológica, sexual ou moral, em quaisquer ambientes, e postular para que os agressores sejam devidamente punidos na forma da lei. “Diante de tamanho desserviço a sociedade, repudio, de forma veemente, essa fala ofensiva na certeza de que a justiça será feita, assim como da continuidade do combate às violências contra a mulher”, pontuou Iracema.

Por fim, a Prefeitura reitera e reforça que jamais deixará de se pronunciar diante de tais atos e não economizara esforços para contestar toda e qualquer forma de violência e crimes de ódio contra as mulheres, intensificando seu compromisso para com a garantia das conquistas sociais alcançadas pelas mulheres. O respeito é a base para a construção de uma sociedade mais justa e humana.